Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

big_thumb_7e3c540aedffee34bb5cc4f10b8a45ff.jpg

No meu Artigo "Ponte de Sôr", decidi dar uma abordagem pedagógica sobre a questão da Imunidade Diplomática. No entanto e depois das últimas declarações dos filhos do Embaixador do Iraque, o Sr. Saad Mohammad Ridha, decidi fazer uma abordagem mais explícita mas concisa.

O atropelamento aconteceu na Avenida da Liberdade em Ponte de Sôr. Esta Avenida é o prolongamento da Estrada Nacional 244 que liga Ponte de Sôr a Gavião e termina num entroncamento com a Estrada Nacional 119 que vem de Alter do Chão (Estrada Nacional 369) até à Estrada Nacional 2 que liga Abrantes a Montemor-o-Novo passando pela Barragem de Montargil.

Não querendo subestimar os interesses turísticos de Ponte de Sôr e dos filhos do Sr. Saad Mohammad Ridha, é deveras estranho que dois rapazes de 17 anos estejam a passear naquela zona. Convém referir que neste link do Site "Portal Nacional" sobre empresas, encontramos 4 Empresas relacionadas com Aeronáutica. Além deste facto e repetindo o que disse no Artigo anterior, Ponte de Sôr vai ter uma Fábrica de Drones, confome notícia do "Expresso".

Entretanto, decidi consultar o Site da Comissão Nacional Portuguesa das Grandes Barragens, a CNPGB. Neste Site e através do seguinte link, podemos verificar a totalidade das barragens existentes em Portugal. Clicando nas Zonas onde estão os Distritos de Portalegre e de Santarém, podemos verificar o elevado número de barragens existentes. Relembro que estas barragens são represas que armazenam volumes colossais de água e que são um dos pilares da Produção Nacional de Energia.

Sobre o Iraque, convém referir que além da Al-Qaeda, esta Nação ainda está sob a influência do Daesh (Estado Islâmico) e de outros pequenos Grupos Terroristas. Sobre o Sr. Saad Mohammad Ridha, é fácil sabermos que já teve este Cargo fora de Portugal. Sim, segundo este link, o Sr. Saad Mohammad Ridha foi Embaixador do Iraque na Líbia, a Nação que teve Muammar al-Gaddafi como Líder e que agora vive numa agonia de Liderança.

Resumindo, temos dois filhos do Embaixador do Iraque, que já o foi na Líbia, a percorrer uma zona de barragens e onde estão também empresas do Sector Aeronáutico. Durante esta viagem e para estarem protegidos, decidiram ir na sua Viatura Diplomática. No entanto, tiveram o azar de atropelar um jovem português devido, talvez, ao excesso de velocidade a que seguiam. Por estarem numa deslocação de cariz mais secreto, não interessava saber-se a sua localização. Assim sendo, decidiram "eliminar" a sua testemunha mas, correu-lhes mal.

Agora, estamos numa situação delicada do ponto de vista do Governo Português. Se os jovens andavam a conhecer as barragens, então o Estado Português tem de admitir que poderão haver atentados terroristas em Solo Português e isso seria um desastre para a actual Política de Refugiados. Se os jovens andavam a conhecer as Empresas Aeronáuticas, então o Estado Português tem de justificar possíveis acordos que poderão existir entre essas Empresas e o Governo Iraquiano.

Uma coisa é certa, no meio disto tudo temos um jovem português que, mesmo sendo atropelado, conseguiu bater nos filhos do Sr. Saad Mohammad Ridha sem deixar qualquer marca nos corpos dos gémeos. Sim, estas são as palavras dos filhos do Embaixador do Iraque. Para piorar, temos um Estado Português débil e incapaz de resolver situações desta natureza. É caso para nos perguntarmos como reagirão o Presidente da República e o Governo Português no caso de um atentado!? Sim, porque nem incendiários de larga escala sabem controlar e julgar, pelo que vimos actualmente…

Para piorar e segundo as recentes notícias sobre o incêndio de centenas de viaturas no Festival "Andanças", podemos reparar também que os nossos bens não estão devidamente assegurados visto que nem existem Leis para isso e nem as Seguradoras estão preparadas por motivos de… "interesses"!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A 3 Passos do Olimpo…

Nuno Matias 23 Ago 16

rio-og-2016-3-640x400.jpg

Fechou a cortina dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no Brasil. Sim, os as Olimpíadas de 2016 terminaram. Segundo consta, parece que iremos voltar a ver a Tocha Olímpica a arder novamente mas na Capital do Japão, Tóquio. Será em 2020 e será a XXXII Olimpíada.

Muitos se esquecem que estes jogos nasceram num contexto religioso, ou seja, serviam para agradar os Deuses da Mitologia Grega. Sim, aqueles Deuses que ouvimos falar na Obra de Camões, "Os Lusíadas", existiram e eram uma religião que ainda durou uns Milénios…

No Rio de Janeiro, as coisas começaram mal mas, parece que este Povo descendente dos Portugueses, lá conseguiram endireitar as coisas como é apanágio cá neste Canto Ibérico.

Tivémos casos relacionados com Política e outros relacionados com Religião mas, tudo acabou por correr bem. Parece que o Raio (ou "Bolt" em inglês) mandado por Zeus, ajudou imenso o Brasil.

Muitas Bandeiras estiveram unidas e houve muita inter-ajuda entre Nações que, noutro contexto, estariam à estalada das artilharias ou das bombas. Uma coisa é certa: o Espírito Olímpico veio para ficar e reina quando as condições assim se propiciam.

Mas o que é que os Jogos Olímpicos nos ensinam!? Que estamos apenas a 3 Passos do Olimpo, ou seja, do Paraíso Terrestre.
Mas quais!?

Estes:

  1. A troca da Riqueza pelo Conhecimento;
  2. A troca da Religião pelo Humanismo;
  3. A troca da Política pela Cooperação.

 

Parece fácil!?
Então vamos a isso… 

Autoria e outros dados (tags, etc)

contra a corrupção

Ricardo João C. - Criar na Mente 20 Ago 16

http://criarnamente.blogspot.pt/2016/08/contra-corrupcao.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ponte de Sôr

Nuno Matias 20 Ago 16

iraque.jpg

 

É irónico o simples facto da recente violência sobre um jovem português de 15 anos ter ocorrido em Ponte de Sôr, Distrito de Portalegre. É irónico porque as Embaixadas servem para criar pontes entre Nações. Pontes essas que podem ser simplesmente económicas até outras de cariz mais intimista.

A Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas indica claramente que Embaixadores e seus Familiares usufruem de um estatudo especial na Nação que acolhe uma Embaixada. Este estatuto especial serve para evitar situações que podem ser consideradas com Declarações de Guerra. Além deste facto, um Embaixador é um Alto Funcionário de uma Nação e, como tal, não pode nem deve ser julgado por outra Nação.

Agora vamos aos detalhes protocolares. Quando uma Nação nomeia um Embaixador, esse diplomata leva consigo até à Nação que o irá acolher uma Credencial. O futuro Embaixador apresenta essa Credencial ao Chefe de Estado da Nação que o acolhe. Naturalmente que o Chefe de Estado pode ou não recusar essa Credencial. Se a aceitar, esse diplomata passa a ser o novo Embaixador e passa a residir na Embaxada do seu País.

Voltanto a Ponte de Sôr, devemos ter o especial cuidado de separar a Nação representada por um Embaixador dos actos praticados pelos filhos desse mesmo Embaixador. Claro que sendo o Iraque e por ser uma Nação maioritariamente muçulmana, é natural que os ódios se incendem e que coloquemos todo o Iraque no banco dos réus. Como tal, devemos apenas centrarmo-nos nos filhos do Embaxador e no Sr. Saad Mohammad Ridha. 

Assim sendo, é de extrema urgência que Marcelo Rebelo de Sousa suspenda a Credencial entregue pelo Governo Iraquiano até que sejam provados os actos praticados. Em caso positivo, Marcelo Rebelo de Sousa deve solicitar ao Iraque um novo Embaixador. Naturalmente, deve ser o Iraque a julgar os filhos do Sr. Saad Mohammad Ridha assim como deve o Governo Português a exigir ao Iraque qualquer indemnização consequente.

Somente assim é que se mantém as boas relações diplomáticas que o Governo Português tem com o Governo Iraquano. Só assim se mantém a ponte que demorou anos a construir entre Portugal e o Iraque.

 

Actualização:
Provavelmente muitos se questionarão sobre o que estariam os filhos do Embaixador do Iraque a fazer numa localidade com pouco interesse turístico como Ponte de Sôr. Pois bem, está uma possível razão nesta notícia:
http://expresso.sapo.pt/economia/2015-09-27-Ponte-de-Sor-vai-ter-fabrica-de-drones

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu(génio) Wesley Roddenberry

Nuno Matias 19 Ago 16

USS_Enterprise_three_foot_model_in_Gene_Roddenberr

Eugene Wesley Roddenberry faria hoje 95 anos. Para muitos, este nome é indiferente mas, quero dizer-vos que este Senhor (sim, com "S" Maiúsculo) criou três grandes Sagas de Televisão ("Star Trek", "Earth: Final Conflict" e "Andromeda") e escreveu umas quantas histórias policiais.

Gene Roddenberry nasceu no dia 19 de Agosto de 1921 em El Paso, Texas. Por ter crescido em Los Angeles, a carreira policial sempre o fascinou e, por isso, concluiu a sua formação policial após concluir o Ensino Básico. Após esta formação, chegou a ter vários contactos por parte do FBI afim de ser Agente Federal.

No entanto, foi o final dos Anos 30 que marcaram definitivamente a sua Vida. Marcaram por ter começado a ter uma paixão por Engenharia Aero-Espacial. Paixão essa que o levou a tirar o brevet e a ingressar na Força Aérea Americana quando os Estados Unidos entraram para a Segunda Grande Guerra.

Foi Piloto-Aviador e participou em 89 Missões a pilotar um bombardeiro. Essas Missões deram-lhe a hipótese de receber uma Cruz de Destinção da Força Aérea devido aos feitos heróicos conseguidos como Capitão. Após a WWII, Gene Roddenberry ingressou na Pan-Am como piloto comercial.

Foi na Pan-Am que nasceu outra das suas grandes paixões, ou seja, queria ser Argumentista para Televisão e Cinema. Como ser piloto comercial deixava-lhe pouco tempo livre, decidiu regressar à Polícia de Los Angeles afim de ser Relações Públicas. Chegou a ter a Patente de Sargento da Polícia e foi nesta fase que começou a escrever um esboço de uma série policial que, depois de um conselho de um amigo no Cinema, adaptou essa mesma série para a Ficção Científica. Nasceria assim, "O Caminho das Estrelas" ou "Star Trek".

Star Trek foi definitivamente a sua Obra-Prima. Nesta futura Saga, Gene tentou replicar as suas experiências vividas na WWII e nas Forças Policiais. Além disso, tentou ao máximo realizar uma crítica à realidade americana e mundial que se vivia nos Anos 60.
Como tal, criou um Médico bêbado, um Engenheiro com deficit de atenção, um japonês como Armeiro sabendo dos bombardeamentos de Hiroshima e Nagasaki, um russo como Navegador e Chefe de Segurança sabendo da Guerra Fria e uma afro-americana como Oficial de Comunicações sabendo dos conflitos da Comunidade Africana nos EUA. Resumindo, "Star Trek" tinha tudo para ser cancelada e foi.
Graças aos fãs e graças ao impacto de um Filme no Cinema, a Série transformou-se numa Saga sem paralelo na História da Sétima Arte. Hoje, "O Caminho das Estrelas" representa o início da curiosidade para muitos Cientistas e Astronautas reais e foi nesta Saga que foi baseada muita de tecnologia que hoje temos com o Telemóvel, a Internet e outros…

A última Grande Fronteira que Eugene Roddenberry derrubou na Ficção Científica, a Humanidade ainda não consegui fazê-o na Realidade. Gene criou uma sociedade utópica denominada "Federação Unida dos Planetas" na "Star Trek".
Nesta Sociedade, o objectivo máximo do Ser Humano não é o acumular de bens materiais e/ou monetários. O objectivo máximo do Ser Humano é ser educado de forma a ter uma noção que terá total liberdade para demonstrar ao máximo as suas capacidades mentais e/ou físicas e, com isso, absorver e partilhar o máximo de Conhecimento que conseguir. 
Assim sendo, como o objectivo não é a busca de Riqueza mas sim, a busca do Conhecimento, deixa de ser necessário haver uma Moeda e/ou a Economia. Resumindo, não há ordenados, não existem as compras e as vendas e todos temos os mesmos direitos a usufruir das mesmas condições de vida. A fome, a guerra e a miséria são coisas do passado visto que todos se focam na partilha.
Afinal, quando morremos, somente sobram os nossos ossos visto que não levamos nada mas, mesmo nada, para o "outro" lado. E mesmo assim, quem deixamos cá pode não ter o mínimo interesse sobre o que conseguimos obter. Esta é a Verdade que a Morte nos ensina.

Sim, Eugene Wesley Roddenberry faria hoje 95 anos e considero-o um dos maiores Génios da História da Humanidade. Consegui transmitir os Valores e a Realidade sonhados através do Entretenimento e não através da Política ou da Filosofia como muitos o fizeram no Passado. Não desejou cair nesse cliché e consegui-o. Hoje, "Star Trek" já tem 50 anos de vida e consegue unir a Humanidade como nenhuma Religião ou Ideologia alguma vez conseguiu.

Nascemos para ser desafiados, nascemos com curiosidade para aprender e para partilhar e nascemos com um sentido de solidariedade. A Sociedade Hipócrita, Egoísta e Capitalista que nos rege é que nos educa afim de eliminar a forma como a Natureza nos criou para nos transformar em Seres Laborais e de Consumo em prol de um pedaço de papel e de uns quantos círculos de metal.

Enfim, temos de acabar com o Dinheiro e temos de trocar a Riqueza Material pela Riqueza do Conhecimento. Caso não o façamos, a Raça Humana estará literalmente, extinta.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Hugo e o Ricardo

Nuno Matias 16 Ago 16

hr.png

Apresento-vos o Hugo e o Ricardo. O Hugo é Militar da Guarda Nacional Republicana e o Ricardo foi Banqueiro (Grupo Espírito Santo). Ambos têm dois factos em comum, ou seja, ambos vestiram a côr Verde e ambos têm ainda problemas com a Lei.

No entanto, há algo que os diferencia…

O Hugo tem problemas com a Lei porque, no Cumprimento do Dever, disparou acidental e mortalmente a sua arma. Somente quem exerce funções na PSP e na GNR é que percebe a pressão a que estão sujeitos estes Militares e Agentes. O Juízes não têm a mentalidade e nem a maturidade suficientes para perceberem essa mesma pressão.
O Ricardo tem problemas com a Lei porque aldrabou o Estado e uns quantos riquinhos e, como consequência, todos os Contribuintes estão a pagar as dividas das Empresas que o Ricardo liderou.

Como é que a Lei procede para os dois!?

O Hugo é obrigado a ir para a miséria com 2/3 do Ordenado cortados e o Ricardo tem licença de um Juíz para ir de férias sem realizar as suas Apresentações Periódicas.

Agoram digam lá… era mesmo para rir se não fosse verdade, não é!?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinzena de Férias

Nuno Matias 15 Ago 16

SOl.jpg

Cheguei de férias! Também cheguei do Algarve. Pois é, parece que os Portugueses fizeram as pazes com a 2ª Região mais a Sul de Portugal visto que a 1ª ainda é o Arquipélago da Madeira. 

Após esta pequena introdução, venho realçar vários factos. A começar pela viagem em si que correu muito bem. Não vi as famosas Brigadas de Trânsito da GNR à caça da multinha por excesso de velocidade e o trânsito em si foi bastante suave.
Entretanto, fica aqui uma chamada de atenção à Câmara de Grândola e aos Lisboetas, ou seja, quando os "bebés chorões" dos alfacinhas vierem reclamar da "sua" Segunda Circular, convido-os a fazer o troço assassino entre Alcácer do Sal e Grândola para verem realmente como a condução dói. Até lá, parem de "birrinhas" dos buraquitos e do estado das Ruas e Avenidas da Capital.
Ah, convém referir que fui e vim do Algarve (sim, aquele tradicionalmente escrito com um "L" para não cair em idiotices estúpidas) pela infame Nacional 125. Sim, não fui pela Auto-Estrada para não ajudar uma determinada empresa que tem a audácia de cobrar Portagens a Bombeiros em Serviço quando vão apagar incêndios.

Já no Algarve, fiquei admirado com um cenário que julgava impossível há uns anos. Parece que aqueles que nos visitam, ou seja, os estrangeiros, começaram a adorar insultar os Portugueses no seu próprio País. Convém referir que nós não fazemos isso quando somos nós os estrangeiros... Dá mesmo vontade de os mandar de volta com um Selo de Reprovação por Mal Comportamento do Serviço de Estrageiros e Fronteiras bem cravado na sua testa.

Não saí muito porque tenho a sensatez de não desejar ter cancro de pele. Sim, porque adoram pôr imagens nos maços de tabaco mas não poem imagens de melanomas em outdoors espalhados pelas praias.
Quando saí, gostei imenso de ver as lojas apinhadas de gente num consumismo desenfreado. Às vezes, gostava de ver os sacos de lixo destas pessoas daqui a uns dias afim de ver o impacto ambiental desta loucura. Talvez até tenham tido uma ajudita das Finanças porque, afinal, os reembolsos do IRS's foram transferidos no último dia de Julho.

Falando em Ambiente, foi interessante ver a abertura dos Noticiários sempre com um Tema em destaque, ou seja, os incêndios. Para mim, já previa o que está a suceder visto que é comum o "Tuga" usar a Mãe Natureza como forma de vingança política. Sim, não nos devemos esquecer das "paletes" de Notas que Passos Coelho e Paulo Portas andaram a acartar para Bruxelas. Mais valia terem feito a apanha do tomate afim de ganharem a coragem que António Costa teve em fazer frente à União Europeia.

Sobre os incêndios e sobre os mais recentes atentados... Ainda não vi nenhum dos autores destes crimes os fazerem às pessoas indicadas, os seja, aos Banqueiros que andaram a brincar com o nosso dinheiro e aos seus comparsas Políticos que os ajudaram ao chular o Zé Povinho". Talvez devessem ir também à apanha do tomate e/ou à apanha da azeitona ou mesmo fazer uma vindima... Afinal, o trabalho até que liberta, não é!?

Falando em "Trabalho que Liberta", a Alemanha anda tão caladita que até mede dó... teria sido o Brexit ou o incrementar das intenções de votos das Extremas-Direitas pela Europa!? Bem, até pode ser mais um reflexo das férias e desta "Silly Season" que já é habitual... Bem, parece que a "coisa" ainda vai a meio visto que ainda falta metade do mês de Agosto e ainda há muita coisa que vai acontecer.

No entanto, para os que voltaram de férias, um bom regresso ao trabalho; Para os que vão de férias, umas boas férias; Para os que estão na estrada, uma boa viagem e, finalmente, para os Desempregados... bem, para estes os votos de melhoras. Sim, o Blog "O Ouriço" pensa e muito no Desemprego visto que é o reflexo desta economia violenta, assassina e egoísta chamada de "Neo-Liberalismo". 

Fiquem bem, escreverei mais no final de Agosto, quando estrear o Filme "Star Trek Beyond" que já estreou há quase 1 mês nos Estados Unidos mas, como ainda temos esta mentalidade saloia, ainda vai demorar a cá chegar... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags

Lealdade

Artur de Oliveira 14 Ago 16

13872864_1094873460583617_3714417524817879589_n.jp

13866576_483174385225621_1231085205_n.jpg

"Lealdade é um Amor que Esquece o Mundo Só se é realmente leal quando se está sujeito a alguém ou a algo. Aí, onde mesmo um sonho pode ser senhor. Na sujeição de quem serve uma causa, na sujeição de quem se submete a um chefe, na sujeição à pessoa amada, na sujeição do sentimento e na sujeição do dever, no sacrifício da liberdade, da razão e do interesse. No desperdício e no desprezo do que está à vista e do que está à mão, é nesta desagradável situação que se acha ou não acha a lealdade. É por ser selvagem e servil, mas só a um senhor, que a lealdade tem valor. É muito difícil ser-se leal, mas só porque é muito difícil seguirmos o coração. A lealdade é um amor que esquece o mundo. Ao escolher um amigo, e ao ser-se amigo dele, rejeitam-se as outras pessoas. Quando estamos apaixonados, é através dessa pessoa que amamos a humanidade. O amor ocupa-nos muito. E para os outros, não fica quase nada. Não se consegue ser leal ao ponto de calar o coração. Mas sofremos com as nossas deslealdades. Sabemos perfeitamente o que estamos a fazer, quem sacrificámos, e porquê. É por causa da consciência da nossa imperfeição que o ideal da verdadeira lealdade não pode ser abandonado ou alterado. O facto de ser incumprível não obriga a que se arranje uma versão softcore, mais cómoda e realista. É preciso aguentar. A lealdade é uma coisa tão cega e simples de determinar quanto é difícil de determinar quanto é difícil de seguir. " Miguel Esteves Cardoso, in 'As Minhas Aventuras na República Portuguesa"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adolph, o Rotchschild

Nuno Matias 1 Ago 16

1403862318499.cached.jpg

Antes de indicar o assunto deste Artigo, decidi fazer uma pequena introdução. A Família Rotchschild é bastante conhecida no Mundo da Alta-Finança e no Mundo da Política. Os interesses desta família são tão abrangentes assim como o Poder que detém no Mundo.
Segundo muitas teorias, os Rotchschild são os Pais da Nova Ordem Mundial e, por conseguinte, do Neo-Liberalismo que subjuga os mais pobres para que um punhado de Multi-Bilionários possa ter luxos e satisfazer os seus mais nefastos caprichos. Se desejarem conhecer o colosso que é o Império Rotchschild, sugiro uma consulta a este Site: https://www.rothschild.com.

Tudo começou com o nascimento do judeu Mayer Amschel Rothschild em 1744 num gueto de Frankfurt (Sacro Império Romano-Germânico). Mayer Rotchschild vingou no Mundo dos Negócios ao ponto de se tornar um Banqueiro e, com isso, nasceria a Dinastia Rotchschild. Anos depois, Mayer tem um filho com o nome de Salomon Mayer von Rothschild que daria origem ao Ramo Austríaco da Família Rotchschild.

Salomon Rotchschild vivia numa grande mansão e, por isso, é natural que tenha tido um vasto número de criados afim de manter a sua casa arrumada. Entre estes criados, estava uma jovem com o nome de Maria Schicklgruber. Como era hábito na época, havia uma grande promiscuidade entre patrões e empregadas que, em diversas vezes, originava gravidezes indesejadas que culminavam no despedimento dessas mesmas empregadas e na existência de muitos filhos ilegítimos. 
Pois bem, Maria Schicklgruber não foi excepção e, por isso, teve um filho com o seu patrão, o Sr. Salomon Rotchschild. O nome desse filho seria inicialmente Aloys Schicklgruber e não Rotchschild por ser filho ilegítimo. Anos depois do seu nascimento, a sua mãe casou com Johann Georg Hiedler. Por Johann ter adoptado tão bem o jovem Aloys, este acabou por se chamar Aloys Hiedler. Mais tarde, um escriturário de Adolph Hitler mudaria o nome de Hiedler para Hitler. 

Já em adulto, Aloys Hitler casa-se duas vezes. O primeiro casamento foi com Franziska Matzelberger que dele nascem Alois e Angela. O segundo casamento foi com Klara Pölzl que dele nascem seis filhos, ou seja, Gustav, Ida, Otto, Adolph, Edmund e Paula. Curiosamente, Klara Pölzl era filha de Johann Baptist Pölzl e de Johanna Hiedler. Convém referir que havia consaguinidade entre Johanna Hiedler e Johann Georg Hiedler.

Por outras palavras, Adolph Hitler era neto de um Rotchschild e bisneto do tal judeu que deu origem à Dinastia com o mesmo nome. Se não fosse o facto de Aloys ser filho ilegítimo, Aloys Hiedler seria Aloys Rotchschild e Adolph Hitler seria Adolph Rotchschild.

Entretanto, é sabido que Adolph Hitler e Josef Stalin estiveram em campos opostos na guerra que serviu de introdução à Segunda Guerra Mundial, ou seja, a Guerra Civil Espanhola. Esta guerra civil aconteceu logo após a queda da Monarquia e opôs os Fachistas liderados por Francisco Franco e apoiados por Adolph Hitler e Benito Mussolini contra uma Aliança de Esqueda apoiada por Josef Stalin. Entretanto e segundo este Artigo, é-nos dito que os Rotchschild apoiaram Josef Stalin na sua subida ao Poder da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, a URSS.

Subitamente e após a Guerra Civil Espanhola, Josef Stalin aliou-se a Adolph Hitler. Sabendo que Hitler era bisneto do Fundador da Dinastia Rotchschild e sabendo que Josef Stalin era apoiado por esta mesma Dinastia, conclui-se facilmente que tenha havido pressões da parte dos Rotchschild com o objectivo de unir estes dois Ditadores. 

Agora gostaria que verificassem a seguinte imagem:

qTCxmks.jpg

Na imagem, podem verificar que existe um Nathan Mayer Rothschild que é casado com Hannah Barent-Cohen, filha de Levi Barent-Cohen. Nathan Mayer Rotchschild é irmão do avô de Adolph Hitler e filho do Fundador da Dinastia Rotchschild. Se verificarmos nesta Árvore Geneológica, Levi Barent-Cohen e Solomon David Barent-Cohen são irmãos. Criosamente, Solomon é antepassado do Fundador do Comunismo, Karl Marx. Certamente não será necessário explicar a relação que existe entre Josef Stalin e Karl Marx...

Resumindo, foram os Rotchschild que criaram o Comunismo e o Nazismo. Ironicamente, foi um dos bisnetos que deveria ter o nome "Rotchschild" em vez de "Hitler" que fez o maior assassinato de Judeus da História mediante o Holocausto da Segunda Guerra Mundial. Curiosamente também, a Família Rotchschild viu o seu poder aumentar drasticamente logo após a Segunda Grande Guerra. Por que será, não é!? ;-)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sanções: A montanha pariu um rato

Artur de Oliveira 27 Jul 16

maxresdefault.jpg

Já não vão haver sanções para desespero de neoliberais como Jeroen Dijsselbloem, Passos Coelho e cia, lda. Esperto foi Wolfgang Schäuble, que andou a vender aos media europeus que foi ele o Salvador de Portugal e Espanha, quiçá também para desviar as atenções sobre a situação do Deutsche Bank, mas cedo ou tarde, certas verdades emergirão, pois os cidadãos estão cada vez mais vacinados. Uma coisa é certa, o neoliberalismo vende-pátrias está a prestes a cantar a melodia do cisne e ainda bem, em nome da democracia e da cidadania na Europa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia

subscrever feeds