Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Ouriço

MENU

Idade não é problema

Jack Soifer 30 Out 13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hà algum tempo atrás, o Gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro contratou dois jovens de 21 e 22 anos para acompanhar a execução de medidas do memorando de entendimento com a troika e essa notícia gerou muitas críticas nas redes sociais.

 

Comecei trabalhar no Brasil part-time, aos 11 anos, quando o meu pai faleceu; estudava pelas manhãs, travalhava às tardes, até aos sábados. Aos 21 anos já tinha dez anos de experiência em: fundição metálica, empacotar peças em fábrica de acrílico, venda de anúncios nas Páginas Amarelas, entrevistas para estudos de mercado, lavar pratos em restaurante, e (após concluir Engª)projetos residenciais de instalações eléctricas e depois industriais. Aos 22 participei da elaboração de questionários para estudos de mercados INDUSTRIAIS e de TURISMO.


Indago qual a experiência no mundo real que estes "técnicos" têm. Se sabem os efeitos em 295mil PMEs comerciais ou 23mil PMEs industriais daquilo que a Troika pede. Se sabem como são feitos os "kickback" das transações comerciais no exterior de muitas das grandes corporações e como isto afeta o tecido empresarial luso.
Será que já viveram, longe dos pais, sem apoios, com 275 euros mensais, ao arrendar um cubículo de 1,80 x 2,80m a que chamam de quarto? Será que já estiveram na fila do Exército da Salvação para um prato de sopa numa fria noite de Inverno? Já tiveram que trabalhar uma madrugada fria numa fábrica fria, para compensar a avaria numa calandra? Já levaram um banho de óleo hidráulico de uma prensa hidráulica? Já viram um micro-empresário chorar, abraçado aos seus colaboradores, quando um banco lhe exigiu uma rotativa de volta, pois uma grande corporação atrasou imensamente o pagamento de uma factura?

Esta experiência é que vale, a idade pouco pesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Carlos Aboim a 04.11.2013 às 16:04

Gostei muito do exposto. Quero mostrar a minha solidariedade para com o seu sentimento e pensamento. De facto a idade pouco importa quando se está devidamente alicerçado nas suas próprias competências. Infelizmente estamos num país onde o 'parecer' foi sempre mais importante que o 'ser'. Então cometem-se todo o tipo de barbaridades para satisfazer interesses particulares, não avaliando a real capacidade dos propostos ou proponentes. Fico triste....

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds