Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

 

Marinho e Pinto é o novo fenómeno de popularidade, o novo Senhor Sociedade Civil. O independente que conseguiu com que um pequeno partido tivesse ganho dois eurodeputados. O facto é que este senhor, como acontece com certos provincianos donos de café de esquina com origens humildes, mal se viu eleito já anda a dizer que pode vir a ajudar PS ou PSD nas legislativas. Não se entende como é que um independente do Movimento Partido da Terra já ande a falar como se fosse o líder do partido. Será que foi autorizado para fazer isso? Mais, como é que se pode confiar numa pessoa que acena á direita e esquerda como se fosse um catavento e que até chegou ao cúmulo de visitar um líder neonazi á prisão defendendo que ele não devia estar preso pela sua ideologia quando Mário Machado foi preso sim por usurpação de funções e ofensas á integridade física, entre outros crimes. Se o público feminino soubesse que hà uns anos atrás Marinho e Pinto também defendeu que a violência doméstica não devia ser crime público, aposto que ele não nem metade dos votos que teve. Assim se prova como quem pensa que é a cabeça, o líder da sociedade civil acaba sempre integrado no sisema que diz combater. É muito fácil gritar, espernear com as palavras que os cidadão gostam de ouvir, mais difícil é ser coerente em atitudes. Nós, cidadãos merecemos um conjunto de pessoas que nos defendam e tenham soluções para romper com a actual governação oligárquica partidária e económico-financeira e não de um líder que dance com Deus e o Diabo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds