Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

Poesia que pica XIII- Alma Alegre

Artur de Oliveira 6 Mar 14


















- Alma alegre
Sangras mel
e curas as nossas gargantas irritadas ,
mas sangras ...
-Alma alegre
sangras champanhe ,
celebras a tragédia dos homens
Que é a tua .
Mas celebras !!!!
-Oh Alma alegre ,
Alegra a minha alma triste que só sangra sangue .
-Oh alma triste ,
Sangremos juntas,
E que durante esta sangria desatada
Haja alegriaaaa!!!!
- Oh alma alegre
Como o podes ser ??
Neste lugar ... Neste lugar...
-Oh alma triste,
Estou a ver que para te ajudar ,
Precisas de uma transfusão não do meu sangue,
Mas do de Cristo.


Mafalda Leal

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds