Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

Coitadinho do Marinho

Artur de Oliveira 17 Set 14

 

Tal como o mítico Alien, Marinho Pinto foi hospedeiro de um corpo chamado MPT. Quando deixou de ser útil, Marinho e Pinto decidiu tentar fazer a sua ninhada em corpo novo. Pensa-se num nome tão original como Partido Democrático Republcano (pensará ele que é o novo Afonso Costa?).  Agora utilizando a metodologia utilizada antes por Cavaco Silva e a ministra das finanças, queixa-se que ganha mal para cativar os cidadãos e dizer que é um de Nós. Se antes as pessoas não cairam nesse truque do coitadinho, agora muito menos, amtes pelo contrário consideram com o seu bom senso que essas declarações são um insulto e que estão a ser tomadas como néscias. Marinho e Pinto é uma fórmula esgotada e aparentemente a única salvação para ele é aliar-se ao PS caso Seguro ganhe a Costa, visto ter acusado o edil de Lisboa de ter provocado a crise no partido rosa (e com razão). Esperemos que o actual Secretário Geral do PS ignore o Alien, a bem de uma democracia e uma política mais salutar em que se dispensam pseudo-políticos que nasceram em programas matinais a dizer o que os velhinhos gostam de ouvir. Para isso teríamos certos taxistas ou motoristas de autocarro que provavelmente fariam melhor figura que Marinho Pinto seja em que parlamento fôr. O facto é que pelo menos na política nacional hà já uma lufada de ar fresco de e para Nós, Cidadãos. Aproveitemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os exílios de Soares e Sócrates

Artur de Oliveira 13 Nov 13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Soares comparou o seu exílio em França (pátria-mãe da república contemporânea) com a estadia de José Sócrates no mesmo país nos últimos dois anos e já diz que ele mudou muito. Cheira a apoio para uma eventual candidatura presidencial ou o regresso ao Secretariado Geral do PS. Uma coisa é certa. Seguro que se acautele e marque a diferença senão a gang que contribuiu para pôr Portugal no estado em que está e que mascarou dados para a Troika fazer este memorando de desajustamento regresserá em força e poderá num futuro próximo ser governo. Uma coisa é certa, por mais que Passos Coelho e o seu governo estejam a falhar redondamente na austeridade levada ao extremo por pura teimosia, fanatismo e incompetência, percebe-se que Soares ao comparar o seu exílio com o de Sócrates está a comparar este governo com o de Salazar. Duas notas sobre isso:

1- Ao menos Salazar, apesar de fascista ainda amealhou dinheiro para os cofres nacionais e este governo amealha á custa de fiscalidade assassina e quem paga são os mesmo do costume.

2- Mal ou bem, ainda vivemos em democracia e que eu saiba este governo não tem nenhuma PIDE nem sequer quis prender Sócrates, embora seja da minha opinião que o senhor Pinto de Sousa devia responder por um inquérito parlamentar (já nem digo judicial) para apurar as suas responsabilidades sobre as PPP´s, nacionalização do BPN, entre outros casos. 

 

Não sendo republicano, creio que pensar uma transição democrática de regime para nos livrarmos desta situação de crise e galos rosa e laranja em luta pelo galinheiro em detrimento dos cidadãos,  podia ter o apoio e o testemunho de Ramalho Eanes, que soube ser imparcial, ter sentido de estado, recusar mordomias e não rejeita uma alternativa democrática real.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Política dos Troika-Tintas II

Artur de Oliveira 22 Set 13

 

 

 

 

 

 

 

 Passos Coelho ao mandatar Marco António Costa para dizer que se a Troika abrir sede em Portugal, será no Largo do Rato quer ficar bem na fotografia  para um dia poder dizer no futuro que se houve segundo resgate foi por culpa da oposição. O objectivo também passa por baralhar o eleitorado nas autárquicas, pois é certo e sabido que se Seguro não tiver resultados satisfatórios, Sócrates voltará definitivamente ao reino socialista por via do seu delfim António Costa.  Uma coisa é certa, os cidadãos á força de tanta austeridade e escândalos político-financeiros, estão cada vez mais esclarecidos e desiludidos com a política e  portanto,não se deixarão iludir como dantes. Se houver segundo resgate é pelas politiquices dos senhores feudais que mandam nos aparelhos partidários e respectivas oposições internas do PS e PSD, de quem se quer manter no poder e por quem quer o poder a todo o custo.

 

 Quem sabe se os dois partidos do centrão de baixo não serão vítimas de dois algozes mandatados pela sociedade civil, como a abstenção e a transferência de votos para candidaturas independentes e pequenos partidos... A III República está tão viva como um zombie, só que ainda não sabe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais uma vez, a austeridade conhece excepções. Despedem-se funcionários públicos (é certo que há um excesso destes trabalhadores na administração pública), mas em compensação os ministérios, associações públicas, fundações e cooperativas tiveram um boom de nomeações. É assim que os senhores do Olimpo da III República (que respondem perante um Panteão maior situado no Norte da Europa como se fossem lacaios e buscam favores, benesses e cargos custe o que custar aos cidadãos nacionais) agem em nome não da res publica, mas da res privada que é a esfera das conveniências das oligarquias político-financeiras cujos membros quais gafanhotos pululam entre cargos políticos e empresariais. 

 

O pior de tudo é que esta Ínclita Geração de ex-jotinhas que nos governam (sejam eles de esquerda ou direita, porque não há mais ideologias, mas sim conveniências não medem as consequências da más prácticas) não mede as consequências dos seus actos: as melhores mentes do país e os jovens estão a emigrar ou na eminência de o fazer, e a continuar assim só restará uma população envelhecida, solitária e... á mercê dos parasitas!

 

Só com uma sociedade civil da qual surja uma geração de políticos renovada, que prime pelo mérito e o bem estar do país, que é o território e as suas gentes, que tenha sentimento de serviço e não de servir-se acompanhada por uma chefia de estado realmente independente e a baixo custo é que poderá haver uma luz ao fundo não do túnel, mas do abismo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bildeborga

Artur de Oliveira 20 Jul 13




O berg (o bilder) pariu dois mouses, um seguro e outro que está sempre a cobiçar portas e janelas de oportunidade...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salvação nacional, tachos e cagarras

Artur de Oliveira 19 Jul 13

 

Este é o assunto que está em cima da mesa de negociações e o mais importante e difícil de debater para os partidos assinantes do MoU da Troika... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entretanto, Cavaco Silva retornou da província selvagem do Cagarristão e já convocou os líderes dos três partidos para se reunirem em Belém.  Não percam o próximo episódio de Portutroika, uma novela com dois anos a atormentar as audiências... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salvação nacional?

Artur de Oliveira 11 Jul 13
























Cavaco portou-se bem e afinal o sonambulismo do discurso dele foi para os 3 partidos assinantes do memorando do protectorado troikista que ficaram anestesiados com tal chamada à responsabilidade... Lá está, se a república fez a crise, pois que a resolva. Uma coisa é certa, o regime está ferido de morte. No entanto com um Rei independente e imparcial não tínhamos chegado aos joguinhos partidários de hoje em que o PR é sempre cúmplice, seja ele quem for. O PS já disse que não quer integrar o governo de salvação nacional e PSD e CDS vão ainda estudar o dossier. A responsabilidade é dificil de assumir quando os poleiros são quem mais ordenam... O PR reagiu porque o regime está a morrer e Portugal poderá vir a ser um protectorado ad eternum. Veremos as consequências e a reacção dos protectores de Bruxelas e do FMI...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Debate para lamentar

Artur de Oliveira 8 Mar 12

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estou bastante curioso por saber qual o ministério que irá tutelar os fundos do QREN, fundos esses que terminam já no próximo ano.

 

O Sérgio Lavos no blog Arrastão, especula que estes serão utilizados para efeitos de maquilhagem do défice mas o governo já tinha desmentido há dias. Eu estou mais inclinado que estes serão utilizados para maquilhar os números do desemprego no próximo ano.

 

No meio disto tudo, quem vai ficar a perder são as autarquias-que não poderão continuar as obras em curso- e a educação

 

Afinal, as preocupações de Seguro até são bastante pertinentes. Para quem desconhece, informo que os fundos europeus -dinheiro a fundo perdido- que não sejam gastos, terão de ser devolvidos a Bruxelas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds