Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

o-que-e-a-caixa-de-pandora-3.jpg

Há diferenças entre os países irmãos, mas a corrupção é a mesma e até estamos irmanados pelas piores razões. Fizeram a república e tiraram a monarquia que libertou os escravos e deu direitos ás mulheres por interesses dos amigos e esses mesmos interesses continuam. Cidadãos? Meros servos da gleba. O feudalismo reencarnou na república. Há dúvidas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Geringonça á brasileira?

Artur de Oliveira 29 Mar 16

12939367_10205122365692654_1047951413_n.png

Pelos vistos lá vai o Temer fazer uma geringonça (contraction em inglês) a la António Costa com a direita e talvez não só, agora geringonça está na moda, embora seja comum nos países nórdicos hà anos, mas inédita nos países latinos. Veremos no que isto vai dar...Seja como for, é o início do fim dos império petista. Uma coisa é certa, nada disto parece uma conspiração made in USA, mas modelo europeu desenvolvido. Aguardemos os desenvolvimentos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Balanço Portugal-Alemanha

Artur de Oliveira 16 Jun 14




Será que a derrota de Portugal frente à Alemanha no Mundial do Brasil 2014 já estava incluída no Memorando da Troika?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vai começar em breve o Mundial

Artur de Oliveira 20 Mai 14

Desta vez o povo ( português e brasileiro) vai ter circo, mas sem pão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

As repúblicas-zombie

Artur de Oliveira 20 Fev 14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Na Venezuela quem manda é um morto.
Na Coreia do Norte quem manda é o filho do morto.
Em Cuba quem manda é o irmão do " morto "

Na Argentina quem manda é a mulher do morto.
E no Brasil quem manda é um que se finge de " morto."
E em Portugal quem manda é um grupo que deveria estar morto (não no sentido físico, mas político)

 

Fonte: Facebook

Autoria e outros dados (tags, etc)

ESTOU DENUNCIANDO!
URGENTE - LEIAM TODOS - O BRASIL CORRE RISCO!
Meu nome é Márcio Hiroshi. Sou membro do Movimento Integralista há 5 anos.

Sempre acreditei no Integralismo como forma de mudar o país. Mas o que venho narrar aqui me fez refletir e romper com o Movimento.

Desde que as manifestações começaram temos nos reunido todos os domingos para traçar rumos de ação de nosso movimento. A ação é pautada em TUMULTUAR, EXPULSAR OS PARTIDOS DE ESQUERDA E ACABAR COM AS PASSEATAS PROMOVENDO A DESORDEM. Por que isso? Para acabar com as mobilizações dirigidas pela esquerda.

Neste último domingo, as posições definidas pelo grupo me fizeram sair e denunciar o que está havendo. Como prova da veracidade dos fatos estou divulgando fotos e nomes de meus comandantes
1 - Os integralistas estão desde os primeiros dias nas passeatas.
2 - A linha de atuação do grupo é TUDO PELO BRASIL, retirar as bandeiras dos partidos de esquerda e prevalecer a do Brasil.
3 - Nas manifestações gritar SEM PARTIDO e expulsar os partidos de esquerda.
4 - Há um núcleo político e um núcleo de ação.
5 - O núcleo político inicia a agitação e o núcleo de ação intervêm batendo nos militantes.
6 - Há o movimento fortemente organizado em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, BH e outras cidades.
7 - O objetivo é acabar com as passeatas, sempre tumultuando.
8 - Nas reuniões somos ajudados por pessoas do serviço reservado da PM e por dirigentes do PSDB, DEM e outros deputados e vereadores (depois direi nomes e fotos). Estes partidos nos financiam.
9 - Em São Paulo os carecas de SP e Carecas do ABC são pagos para nos ajudar a bater e a gerar grande desordem. Eles são do núcleo de ação. De início eu participei ativamente do núcleo de agitação. Estava em São Paulo (onde moro) e todos íamos sempre para outras cidades, pois as datas não eram conflitantes.

O que me fez sair do grupo? As ações previstas agora estavam sendo muito violentas, onde teve gente que que quebraram o braço, machucaram bastante. Meu chefe de agitação é Marcelo Coradassi Eiras. Ele aparece nas fotos à direita, onde estamos em Anauê. Em breve irei revelar mais nomes e endereços de todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Johnny Walker vs Protestos no Brasil.

Faust Von Goethe 22 Jun 13

Uma campanha em vídeo da Johnny Walker de há dois anos lançava o slogan "O gigante acordou!" (via-se o Pão de Açúcar e outros rochedos próximos tomar forma humana, levantar-se e começar a andar). No passado mês de Abril a mesma Johnny Walker lançou um novo slogan publicitário, dizendo que faltava dar "o próximo passo"... Exactamente na mesma altura (Abril), o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, declarava que "A América Latina é o nosso pátio das traseiras... temos que aproximar-nos dela de maneira mais vigorosa". Antes, logo a seguir à morte de Hugo Chavez (o dirigente latino-americano que mais claramente desafiava em público a hegemonia dos EUA), o Presidente Obama afirmou que os EUA se devem "reposicionar" na América Latina e "pôr as coisas no seu lugar" (sic). Dois meses depois, a partir de um pretexto quase insignificante (se comparado com outras situações bem mais graves antes ocorridas), acontecem manifestações massivas em todo o Brasil... Por quê exactamente agora e não antes, quando todas as denúncias e reivindicações dos manifestantes tinham exactamente o mesmo valor que têm agora? Por que razão o movimento (já apelidado de revolucionário) é tão falho de imaginação, ao ponto de se aproveitar para uso próprio do slogan ("o gigante acordou!") de uma 'inocente' marca de whisky? Para se equiparar às manifestações da 'Primavera árabe' só falta agora conferir uma cor à revolução...
Entretanto, o entusiasmo legítimo e a entrega generosa dos manifestantes de boa fé (entre os quais saúdo a maioria dos meus amigos brasileiros!) já estão a ser desvirtuados por acções de violência e de vandalismo de grupos anónimos, que aderem igualmente às manifestações e levam a uma resposta mais musculada da polícia (que mete todos no mesmo saco) e dão azo à possibilidade de movimentações golpistas e anti-democráticas, já denunciadas de vários quadrantes. 

Quando se trata de "pôr as coisas no seu lugar" no "pátio das traseiras", que país representa o maior desafio ao poder hegemónico dos EUA? O Brasil, claro, sobretudo desde a sua adesão ao bloco constituído pela Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS). 

Remember Salvador Allende!...



Autoria e outros dados (tags, etc)

O que há em comum entre Brasil e Europa?

Artur de Oliveira 21 Jun 13

Resposta: Protestos, políticos incapazes e uma sociedade civil emergente a preparar-se para integrar a governação num futuro próximo.



Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dantes, os loucos com a mania que eram a reencarnação de Napoleão estavam no hospício. Hoje em dia, os loucos estão espalhados em demasiados cargos de responsabilidade por este mundo fora. Por isso mesmo, na Turquia e no Brasil as pessoas estão a ficar cansadas de tanta incompetência, nepotismo e corrupção. O séculol XXI poderá ser o século da cidadania que está a emergir e será o inevitavelmente o futuro partner na governação a par do poder legislativo, executivo, judicial, real, presidencial ou semi-presidencial, dependendo dos regimes e países. Como parente e amigo de brasileiros, desejo que a luta dos cidadãos nas ruas persista até conseguirem mudar a sociedade para níveis mais exigente de qualidade de vida, pois nem só de bola vive o homem... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds