Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

Uma vez mais o relatório do FMI

Artur de Oliveira 16 Jan 13

 

 

O relatório do FMI foi afinal orientado por Secretários de Estado de Paulo Portas e Vítor Gaspar. Será que é um documento de referência ou é uma espécie de check list elaborada em conjunto com o FMI?Tantas Troikas e baldroikas e entrentanto, o Estado Social e a Classe Média estão na mira da espingarda de caça grossa neoliberal...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apocalipse Now para o Estado Social

Artur de Oliveira 10 Jan 13

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para entender as malhas do neoliberalismo, da alta finança mundial e os tentáculos que infiltram a governação actual, lêr aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ironias à Krugman VIII

Faust Von Goethe 29 Fev 12

Horas antes de Paul Krugman ter dito que mais austeridade era o caminho errado para a Europa, "Seguro exige a Passos e à Europa uma "austeridade inteligente".

 

Um dia depois, Carlos Moedas, parafraseando as declarações de Vítor Gaspar horas antes, afirmou que a "austeridade [organizada] é necessária para evitar austeridade mais selvagem".

 

No meio de todas estas declarações fiquei sem perceber no que estes senhores estavam a pensar quando invocaram o conceito de austeridade

Autoria e outros dados (tags, etc)

Moedas ao Ar

Faust Von Goethe 28 Jan 12

Numa semana onde muito se especulou sobre a eventual bancarrota Portuguesa, Carlos Moedas como forma de acalmar  os mercados, decidiu escrever um artigo no Wall Street Journal intitulado 'Portugal is beating the headwinds'. 


Embora concorde com o diz João Galamba, quando ele afirma que "O problema é o próprio programa de ajustamento ser errado e estar a lançar Portugal para uma profunda recessão, o que torna os esforços do governo em cumprir o que lhe foi imposto absolutamente irrelevantes." e quando diz que "Portugal não tem futuro enquanto a Europa não mudar radicalmente de política e empreeender uma radical reforma institucional", tenho de reconhecer que, mesmo não concordando com algumas coisas que diz Carlos Moedas, admito que o momento em que o artigo é escrito foi deveras oportuno pois esta semana deu-se o Conclave de Davos, próxima 2ª feira Cimeira Europeia e próxima 4ª feira o IGCP vai fazer dois leilões de títulos de Tesouro.

 

Não foi por acaso disponibilizei na 6ª feira passada o documentário Memórias do Saque sobre a bancarrota Argentina de 2001 (vale a pena ver o documentário, pois é bastante instrutivo) e que me dei ao trabalho de escrever o post ESPECIAL TROIKA: De rating bestiAAl a rating de BBesta. Felizmente a mensagem ao que parece passou. A título pessoal, fiquei duplamente feliz pois ontem a agência de rating Fitch deu-me razão. Resumindo: O problema de momento não é Portugal. O problema de momento são Espanha e Itália

 

Mas isto não significa que, como disse Carlos Moedas, que tudo esteja a correr bem no programa de ajustamento. Em particular, há que sentar à mesa com os credores e propor, já que nos estamos a portar-nos assim tão bem, que se faça uma auditoria à dívida (nada a ver com perdão desta) e renegociar o juro do empréstimo, pois o valor que estamos a pagar aos nossos parceiros Europeus bem como ao BCE parece-me exagerado em época de deflação.

 

Todos estamos a aprender com esta crise. E se sairmos dela com a cabeça erguida, seguramente sairemos mais instruídos e mais cientes das nossas escolhas futuras, quer políticas, quer económicas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds