Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

Prata da Casa

John Wolf 12 Ago 12

 

O fim dos Jogos Olímpicos de Londres serve para reforçar a seguinte noção relativamente a Portugal: a ausência de uma estratégia de desenvolvimento que saiba potenciar os atributos nacionais.E não falo apenas do desporto. A velha máxima "corpo são mente sã" tem uma aplicação macro-estruturante que transcende o jogo, a pontuação ou as medalhas. Os valores incutidos pela prática desportiva, como o método, a disciplina e a ambição representam o alicerce da excelência, qualquer que seja a modalidade eleita. O efeito de contágio deve promover o esforço para que se obtenham os resultados positivos. O que era de esperar da participação Portuguesa nas olimpíadas? O país ainda não procurou definir a sua vantagem comparativa, o seu conceito de diferenciação. Esse défice lamentavelmente não tem apenas a ver com o desporto, mas afecta as artes, a cultura e a economia. Em que domínios deve Portugal investir por forma a que se estabeleça a ligação entre o desporto, a cultura e a economia. O exercício a que Portugal está obrigado será semelhante ao processo conduzido pela Áustria. Este país transalpino definiu enquanto prioridade os desportos de inverno e o saldo tem sido largamente favorável em campeonatos do mundo e jogos olímpicos (nestes jogos de verão não ganhou uma medalha sequer!). Portugal deveria procurar potenciar a sua extensa faixa costeira, promovendo a natural ligação das populações com a arte de navegar que está entranhada na psique colectiva, um fantástico legado da epopeia dos descobrimentos. O hipismo e em particular a disciplina de Dressage deveria ser outro domínio a explorar. Um país com mais de 400 criadores de cavalos lusitanos (PSL) acaba de ser brindado com a melhor campanha de marketing que se pode desejar - o 16º lugar na classificação individual desta difícil modalidade. Portugal dispõe do "hardware" e do "software" - a Escola Portuguesa de Arte Equestre que já formou mais de uma dezena de cavaleiros internacionais ou olímpicos. Os governantes demonstram a sua incompetência e falta de visão por não conseguirem ligar os pontos de um esquema que salta à vista. A prata da casa existe. Onde estão os alquimistas que saibam transformar a lata em ouro?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds