Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Tratado da União Europeia declara de forma peremptória a livre circulação de pessoas, bens, serviços e capitais. Nessa medida, a procura de trabalho por parte de cidadãos membros em estados membros, nunca deveria ser designada de "emigração"; as trocas comerciais no espaço da Eurozona não seriam entendidas como exportações ou importações. E as transferências de capitais deveriam ser rotuladas de outro modo. Como podem constatar há algo (muito) que não bate certo entre a arquitectura política da União Europeia e a matriz cultural sobre a qual assenta. A letra e o espírito dos Tratados parece ter os dias contados. Se é que se deseja aprofundar um processo de "federalização". I rest my case.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds