Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E se dessem logo a Chefia de Estado a Dom Duarte de Bragança que traz prestígio ao nosso país, onde quer que vá, em vez de insistirem nesta palhaçada de Chefes de Estado partidocratas que só fazem figuras tristes?

 

Como se já não bastasse o facto de sermos vistos como um dos PIG´s nos mercados financeiros por causa dos péssimos governantes que tivemos durante mais de três décadas (melhor nem falar nas outras duas repúblicas de caos guerra civil e ditadura), agora ainda mais esta?

 

Um Rei sai mais barato, é imparcial, dá estabilidade á coisa pública e contribui para que os partidos sejam mais ideológicos e menos amarrados a oligarquias interesseiras pelo simples facto de não provir delas nem poder votar nem tomar... partido, a não ser um: Portugal.

 

Não resolve tudo, mas é meio caminho andado e os mercados gostam de estabilidade, não de regimes instáveis.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Após D.Duarte, Koffi Anan

Mendo Henriques 26 Fev 12

 


Do Médio-Oriente e afins é um blogue bem informado. Num post recente chama a atenção para o imbróglio da Síria, onde agora Koffi Anan vai ser enviado como mediador. Os que criticaram D. Duarte por ter tentado o mesmo, deviam agora dobrar a língua, que é como quem diz, saber o que é diplomacia. A violência desproporcionada empregue por Al Assad contra a oposição arrisca-se a ser multiplicada pela violência do seus opositores numa guerra civil.

 

A Síria tem cerca de 20 confissões religiosas, e vários interesses económicos, e um regime laico que mantém a ordem e a segurança. Os principais opositores de Assad são muçulmanos fundamentalistas, a começar pela própria Al-Qaeda e sunitas patrocinados pelas monarquias do Golfo. Os alauitas, a que pertencem Assad e as principais figuras do regime, são minoritários, e existem, em percentagens distintas, sunitas, xiitas, drusos, católicos, protestantes diversos, ortodoxos gregos e outros, arménios, coptas, maronitas, melkitas, e judeus.

Autoria e outros dados (tags, etc)

D. Duarte e a Lusoesfera

Artur de Oliveira 15 Fev 12

 

 

Sobre o compromisso de D. Duarte pela Lusoesfera, a luta  pela autodeterminação de Timor-Leste, os entraves e o aproveitamento político que foi feito pelo regime por uma causa que desde o início desprezou, lêr aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portugal marca a sua posição na Lusosfera

Artur de Oliveira 13 Fev 12

 

 

 

 

 

O Duque de Bragança recebeu hoje a nacionalidade timorense atribuída pelo presidente do parlamento de Timor-Leste, Fernando La Sama Araújo.

D. Duarte Pio recebeu a nacionalidade depois de ter sido condecorado pelo chefe de Estado timorense, José Ramos-Horta, com a Ordem de Mérito.

«É um gesto de grande simpatia e que muito me alegra e honra da parte do parlamento timorense, que eu acho que ultrapassa uma relação pessoal e que tem a ver de algum modo com a ligação entre Portugal e Timor», afirmou D. Duarte Pio.

O duque de Bragança foi condecorado com a Ordem de Mérito, que pretende demonstrar o reconhecimento a quem contribuiu para a causa timorense, no Palácio Presidencial.

D. Duarte Pio «dedicou uma grande parte da sua vida a defender a causa da justiça, da liberdade do povo timorense», disse Ramos-Horta.

 

Fonte aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds