Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

A Bazuca do BCE

Faust Von Goethe 27 Fev 12

"Segundo os cálculos do Diário Económico, os bancos nacionais absorveram 13% das cedências de liquidez feitas pelo BCE aos bancos europeus, quando o peso de Portugal no PIB da Zona Euro era, no final de 2011, e de acordo com o Eurostat, de 1,8%.

Apesar do recurso ao BCE ser significativo, os nossos bancos estão, contudo, menos dependents do que os irlandeses. Estes, no final do mês passado, absorveram 26% do total das cedências de liquidez do BCE, quando a sua economia representa apenas 1,7% do total do PIB da Zona Euro.

Já os bancos espanhóis absorveram 37% da liquidez cedida pelo BCE com uma economia que pesa 11,4% no total do PIB dos países da Zona Euro.

Entre os bancos portugueses, e em termos absolutos, o BCP é a instituição mais exposta ao BCE, com 12,7 mil milhões de euros no final de 2011. Seguem-se a Caixa Geral de Depósitos com 9 mil milhões e o BES, com 9 mil milhões de euros.
Entre os maiores bancos portugueses, o BPI é o que, em termos absolutos, apresenta menor exposição ao BCE, com 1,8 mil milhões de euros, no final do ano passado.

O leilão do BCE de amanhã, tão desejado pelo sector bancário europeu, pode ter algum efeito no financiamento à economia. No entanto, a dimensão será reduzida, porque os bancos irão destinar a maior parte desses fundos a refinanciar a dívida.

Até 2013, CGD, BCP, BES, BPI, Montepio Geral, Santander Totta e Banif têm, de acordo com os dados da Bloomberg perto de 25 mil milhões de euros de dívida que vence e que há que refinanciar.

HSC
"
Helena Sacadura Cabral em Fio de Prumo
Estes números levam-me a extrapolar que os nossos bancos não precisarão de ser recapitalizados, ao contrário dos Irlandeses. Preocupa-me apenas o esforço que terá de ser feito até ao final de 2013 para refinanciar os 25 mil milhões de dívida (a TROIKA só nos concedeu 12 mil milhões).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds