Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

Sanções allez?

Artur de Oliveira 12 Jul 16

França não foi sancionada por ser a França, agora pelos vistos Portugal vai ser castigado. Senão tivessemos ganho o Euro 2016, será que teríamos sanções? E o Deutsche Bank que já pede um resgate equivalente ao do da Lehman Brothers, alguém fala disso? O neoliberalismo está a morrer e ainda não recebeu o aviso em casa, daí o desespero sancionário.

13631662_1197500450283394_7420825414973243429_n.jp

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cada vez mais é certo que vai haver Brexit (Tic-Tac) e a União Europeia está em risco de perder o seu 3º maior investidor. O neoliberalismo e a doutrina troikiana da TINA (There is no alternative) foram uma das causas, para além do Sr. Schauble e a sua marioneta que por acaso é chanceler. É tempo da União Europeia se reinventar e deixar de pensar como um clube e deixar-se de federalismos impossíveis. O ideal seria ser uma união confederada, em que todos os membros contem, por exemplo. O mundo está a mudar e os eurocratas que se mexam antes da bomba-relógio (tica-tac) lhes explodir na cara e depois quem pagará serão os mesmos do costume: os cidadãos, claro. Será acaso do destino que os maiores promotores desta crise na união europeia sejam precisamente certas repúblicas?

Even-a-Killer-Has-Something-to-Fear-freddy-vs-jaso

Autoria e outros dados (tags, etc)

isis-germany.jpg

É óbvio e notório que existem muitos inocentes entre os refugiados provinientes da Síria, Iraque, Afeganistão, entre outros países, mas antes de os acolhermos em massa, temos que pensar na nossa segurança e da dos verdadeiros fugitivos das zonas de guerra. Urge fazer uma triagem rigorosa e não andar a acolher tudo e todos em nome de uma moral hipócrita (a ditadura do politicamente correcto) e de um objectivo discreto, mas jamais secreto de querer acolhe-los por significarem mão de obra barata. Essa estratégia pode literalmente explodir na cara de quem a preconiza. O vídeo que se segue apresenta certos exemplos que os media ocidentais não mostram teimosamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

UE: Diplomacia esgazeada

Artur de Oliveira 18 Mar 14

 

A União Europeia, dominada pelos países do Norte e regida pelo punho de ferro merkeliano sempre mostrou não ter ideias próprias ao ser mais neoliberal que o FMI em termos troikanos (daí estar a fazer a tal comissão ás troikas para pôr as culpas quase todas no FMI e tentar ter cara limpa nas próximas eleições europeias), agora anda a reboque da diplomacia norte-americana. E quando faltar gás? There is alternative? Duvido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre a política na União Europeia

Artur de Oliveira 3 Mar 14

Autoria e outros dados (tags, etc)

A luta pela Ucrânia

Artur de Oliveira 22 Jan 14

Gog e Magog disputam a Ucrânia em ruptura


Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

Pelos vistos não é só a república das bananas portuguesa que é o paraíso dos tachos. Este vídeo prova como a UE se tornou um clube de europolíticos que se julgam deuses de um panteão europeu em que exigem dos cidadãos sacrifícios bem austeros, e quando pagos a peso de ouro deixam passar os problemas ou resolvem-nos apenas á maneira dos sócios VIP do Clube das 28 Estrelinhas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Política dos Troika-Tintas

Artur de Oliveira 20 Set 13















 

 

As contradições do FMI dão a impressão que  os políticos mundiais bem como os responsáveis de entidades internacionais são amadores e não conseguem vêr as mudanças económicas e usam as soluções mais fáceis para combater as dívidas soberanas, mas a verdade é que está tudo bem estudado e programado, a agenda é que não tem em conta os danos colaterais como os cidadãos e a pressão das opiniões públicas está a permear os discursos do Fundo Monetário Internacional pelos vistos, pois não quer ser visto como o mau da fita. No campo doméstico, pior ainda e já nem falo em corrupção nem nos clientelismos habituais. A coisa está preta exactamente por causa de uma coisa chamada amadorismo dos políticos (Actual governo e oposição) que pedem resgate á Troika por não terem sabido gerir as finanças nacionais e por não terem coragem de pedir uma revisão minuciosa da dívida. Agora até o principal partido da maioria manda recadinhos e boquinhas pelos seu grupo parlamentar, pois sabe que as exigências da Troika são tarefa tão fácil como pôr o José Castelo Branco vestir-se e falar como um homem, mas nas reuniões da 8ª e 9ª avaliações aparentemente não demonstram essa frontalidade.  É assim que se negocia o abrandamento da austeridade? Depois os cidadãos é que são piegas e lamurientos. Assim vai a III República a caminho do abismo e senão houver intervenção da sociedade civil, o nosso país e a nossa civilização milenar serão arrastados para o mesmo destino, pois a nossa pobreza não é  de finanças apenas, mas principalmente de regime e de classe política. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que há em comum entre Brasil e Europa?

Artur de Oliveira 21 Jun 13

Resposta: Protestos, políticos incapazes e uma sociedade civil emergente a preparar-se para integrar a governação num futuro próximo.



Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds