Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Ouriço

MENU

o-que-e-a-caixa-de-pandora-3.jpg

Desde que Mário Soares chamou a família Espírito Santo de volta para Portugal, nos anos 80, que os negócios entre as oligarquias políticas e financeiras (que transitam de cargos públicos e políticos para as grandes empresas e vice-versa) floresceram em barda. Certo é que depois descobriu-se que o corno da abundância do BES estava afinal oco e o dinheiro simplesmente fugiu. Qual o motivo do saco azul do BES não ser discutido pelos nossos deputados na assembleia? Porque os jornais não divulgam os nomes da lista desse saco azul aka mensalão á portuguesa? Muito simples, porque todos (directa ou indirectamente) estão contagiados pelo dinheiro do antigo BES. Mas como diz uma expressão norte-americana, follow the money. Quando os nomes da lista forem revelados, a caixa de Pandora irá-se abrir e os demónios do passado atormentarão este regime podre e sem sentido. Talvez nem Marcelo, o presidente tagarala, escape, porque sabe-se lá quem pagou aquelas viagens ao Brasil e outros destinos com o seu amigo Ricardo Salgado e a troco de quê?

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De pvnam a 29.04.2016 às 17:16

Banqueiros fazem empréstimos a amigos, fazem aplicações financeiras em gigajogas ' de amigos... o dinheiro 'desaparece'... e o contribuinte é 'chamado' para que o banco não vá à falência.
.
-» Tem sido golpada atrás de golpada: o lobby da banca já golpeou o contribuinte em mais de 16 mil milhões de euros!!!!!!
.
.
A actividade bancária é, de facto, UMA ACTIVIDADE ECONÓMICA DE ALTO RISCO PARA OS CONTRIBUINTES; como tal, o Regulador (Banco de Portugal) deverá ser obrigado a apresentar periodicamente relatórios minuciosos e detalhados aos contribuintes.
.
Uma opinião um tanto ou quanto semelhante à minha:
Banalidades - jornal Correio da Manhã (antes da privatização da transportadora aérea):
- o presidente da TAP disse: "caímos numa situação que é o acompanhar do dia a dia da operação e reportar qualquer coisinha que aconteça".
- comentário do Banalidades: "é pena que, por exemplo, não tenha acontecido o mesmo no BES ".
.
.
.
P.S.
-» A ocasião faz o ladrão!
-» O contribuinte PAROLO_ista faz o golpista!
-» Ao passar um cheque em branco aos políticos... o contribuinte PAROLO_ista está a incentivar o golpista... a aplicar um chega-para-lá no adversário político... porque o golpista sabe que ao fazê-lo fica com a faca e o queijo na mão para realizar as mais variadas negociatas com os mais variados lobbys ...
.
-» O contribuinte não pode passar um cheque em branco a nenhum político!!!
.
O CONTRIBUINTE TEM QUE SE DAR AO TRABALHO!!!
-» Leia-se: o contribuinte tem de ajudar no combate aos lobbys que se consideram os donos da democracia!
---»»» Democracia Semi-Directa «««---
-» Isto é, votar em políticos não é (não pode ser) passar um cheque em branco... isto é, ou seja, os políticos e os lobbys pró-despesa/endividamento poderão discutir à vontade a utilização de dinheiros públicos... só que depois... a ‘coisa’ terá que passar pelo crivo de quem paga (vulgo contribuinte).
-» Explicando melhor, em vez de ficar à espera que apareça um político/governo 'resolve tudo e mais alguma coisa'... o contribuinte deve, isso sim, é reivindicar que os políticos apresentem as suas mais variadas ideias de governação caso a caso, situação a situação, (e respectivas consequências)... de forma a que... possa existir o DIREITO AO VETO de quem paga!
[ver blog « http://fimcidadaniainfantil.blogspot.pt/ »]


Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds