Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ouriço

MENU

The Love Bote

Faust Von Goethe 27 Fev 14


Autoria e outros dados (tags, etc)

Cultura? Que Cultura tio?

Pedro Baptista-Bastos 4 Jan 14


 

 

 

 

 

 












 

Se alguém quiser aprender Português em Madrid, os professores são brasileiros. Cursos, promoção da língua e cultura portuguesas, conferências, uma simples livraria portuguesa - nada existe. O orgulho na língua Espanhola demonstra-se na sim...ples visão do Instituto Cervantes na Gran Vía. O orgulho na cultura espanhola vê-se em haver um Bairro das Letras, com ruas, livrarias com os nomes dos Grandes da Cultura Espanhola. O entendimento que esta crise se combate promovendo a Cultura é um desígnio nacional Espanhol - o Rei de Espanha apadrinha uma exposição que vai de Bosch a Ticiano; por cá, um Algarvio sombrio nada faz numa instituição que deveria ser a primeira a promover a Cultura que vai do Amazonas a Macau - eu não votei nele! Devemos ter orgulho em Portugal e na nossa Cultura, deveríamos usar a nossa Cultura como instrumento económico, mas a verdade é esta: nada fazemos para defender a nossa Cultura. Temos que ser reconhecidos no estrangeiro para sermos aceites entre nós. Não temos orgulho nacional colectivo para nada, excepto quando jogadores de futebol apelam ao apoio à selecção - e ter orgulho pátrio só ocorre quando há Cultura enquanto expressão nacional. A Espanha tem-na.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Feliz Dia de Portugal

Artur de Oliveira 10 Jun 13

Hoje, dia 10 de Junho, deveremos ter orgulho de sermos portugueses e procurar a nossa dignidade ainda que sejamos um protectorado da Troika por culpa das oligarquias da III República. Nunca podemos perder a esperança e deveremos erguer a cabeça num combate pela cidadania, hoje e sempre por todos nós, a sociedade civil, e Portugal...



Autoria e outros dados (tags, etc)




























A aldeia de Monsanto da Beira em Idanha-a-Nova, esta neste momento ameaçada pela construção ilegal de antenas. Estão em risco para alem da propria aldeia, o monumento nacional, o castelo e as muralhas.
Senao preservarmos o que e nosso, o que será de nós como povo?

Peticao online aqui: http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2013N38305

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portugal vs Chipre

Artur de Oliveira 4 Abr 13











O Chipre tem 22 anos para pagar empréstimo de 10 mil milhões + juros a 2,5%, enquanto que Portugal tem menos de 10 para pagar 78 mil milhões + juros a 3,55%.

Agora a Troika tem filhos e enteados?

O governo esta a espera do que para renegociar a divida?

Pelo menos Portugal nunca lavou dinheiro da creme de la creme da máfia russa. Agradeço ao meu amigo Miguel Mattos Chaves por me ter alertado quanto a este tema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Psicose Pós-Sócratica

John Wolf 28 Mar 13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Começo seriamente a pensar que Portugal deseja sofrer. Quase não tenho dúvidas que Portugal tem o que merece. No rescaldo de um programa de televisão que ontem não vi, e das palavras discorridas por um senhor que não escutei, mas baseando-me na vox populi das redes sociais, posso concluir que este país está condenado. Está arrumado por não ter meios intelectuais para realizar a destrinça entre a arte de ludubriar e o valor substantivo das acções e palavras. O país parece cair que nem um patinho na sedução gasta de um vendedor de banha da cobra. Uma pessoa desprovido de nojo, das sensações que equipam os homens sensatos, uma condição simultaneamente profunda e cutânea a que chamamos consciência e que torna, os convictos caídos em si, caídos em desgraça - humildes e arrependidos. Chamemos-lhe "ser cristão", se quiserem. Nem a matriz católica do país parece servir para actos de constrição. Em vez disso temos erva daninha que cresce em redor do templo, da reserva. Apenas os indivíduos dotados de um super-ego podem atropelar sem hesitações os direitos dos outros, e julgarem-se os primeiros mesmo que já estejam derrotados. Parece que Portugal sofre de uma doença regressiva, uma especie de Alzheimer político e selectivo que oblitera o percurso negativo de um homem e que elogia a capacidade para arranhar quem quer se lhe atravesse pelo caminho. O regresso às cavernas parece um dado adquirido - quando a população aplaude o espernear de um bicho ferido. O desempenho instantâneo e brutal tomou conta do país político. Os ganchos e os socos dados por cima e por baixo. Assistimos à potência hiper-ventilada de faladores desprovidos de ética, que demonstram os seus talentos em duelos absurdos, em concursos para ver quem consegue botar-abaixo mais vómitos, e ainda maiores indisposições. Os assistentes são como claques de mentecaptos que anulam a grande obra humana. O país requer urgentemente um movimento sem face, sem aparência, sem hábitos ou vestimentas. Os intelectuais que invocam a liberdade de expressão e a Democracia, podem também invocar outras emendas que não a quinta, para salvar o país. A esquerda caviar ou a direita esclarecida, culpadas por esta transmissão televisiva e igual número de eleições, pode sair do seu falso exílio, o paradigma de cocktails e cultura onde discutem justiça social en passant, em redor de uma mesa de politicamente correctos. E essa corja que diz que nada tem a ver com o estado em que se encontra o país, também tem um pouco do DNA do mesmo embuste. O desejo de uma vida glamour, de privilégio, de sobranceria intelectual, de Paris. O que se nos apresenta é um caso de psicose colectiva, um comportamento desviante praticado por uma larga maioria televisiva pouco interessada em política, mas muito dada a novelas. Estou raivoso, sim senhor.

 

(publicado em primeira mão no blog Estado Sentido)

 

http://estadosentido.blogs.sapo.pt/2675119.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rating Estável?

Artur de Oliveira 7 Mar 13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Passámos de rating trash para cute trash? Ou será que a Standard & Poors está meramente a aproveitar o pretexto para ganhar mais um round  contra a rival Moodys? Um certo pintainho disse-me ao ouvido que a Moodys poderá reagir e também subir-nos para cute em contra-ataque...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Government censorship in Portugal

John Wolf 15 Jan 13

 

What´s going on in Portugal must be shared in plain english with the rest of the world. Austerity - a fiscal and economic recipe cooked up by a number of European governments to boost their failing economies is not working at all. The approach is flawed and the improvement the authorities promised is nowhere in sight. However, government officials have used the economic excuse to reshape the concept and structure of the Welfare State at the expense of its citizens. The National Health Service is only one of many examples of public services that have been maimed and the population is bearing the brunt. I´m not even going to mention the outrageous tax hikes that are torturing the workers that are lucky enough to still have a job and a lousy salary. Yet another phenomena is slowly but surely becoming pathological. The degree of control the Government is trying to exercise over the media and public opinion is worrisome. Messages of protest are now controlled as if Portugal were under a totalitarian regime. Some citizens I have spoken to, now regard the former dictator Salazar, as a bland authoritarian figure, when compared to the endeavors taken forth by the Passos Coelho and his center/center right coalition government. Part of the press and some tv channels are alligned with the government and there seems to be no limit regarding the fences that are being mounted. As I write this article, a conference on the Reform of the Portuguese State is taking place with a panel of well known experts, politicians and former leaders, but the Press has not been granted authorization to tape or record the event. The welcome address presented by former Social-Democrat Party director Sofia Galvão, made it clear that coverage of the event will not be tolerated, and only with permission may speakers messages be conveyed. We all know Portugal is a young Democracy that came to being with the Carnation Revolution of April 25th, 1974. But what´s going on seems like a clear reversal of the ideals embodied almost 40 years ago. Are we in Europe and are these the values and principles defended by the European Union? Let´s ask Portugal.

 

Publicado no blog Estado Sentido

 

 

(CC International Media)

Autoria e outros dados (tags, etc)

        

 

 

 

 

 

 

 

 

Será que a importância que os media dão á menina fútil e ao pittbul mais famoso do país é para tapar os olhos do povo quanto ao relatório do FMI, a iminente destruição do Estado Social e ainda, o facto de que estamos prestes a ter os salários mais baixos da União Europeia ou só estou a ser paranóico?

Já agora, para completar o circo romano só faltava porem a Pepa e o Zico na Casa dos Segredos...

Autoria e outros dados (tags, etc)














Extraído do Relatório do FMI.


D.Equity and Social Cohesion

 

13.Portugal’s social protection system could do better in mitigating inequalities. The operation of the contributory social protection system reflects the logic of insiders and outsiders and serves to reinforce the gap between rich and poor. In contrast to many other OECD and EU countries, Portugal’s social transfers provide more benefits to upper income groups than to lower income groups, aggravating inequality.13 Particularly in times of fiscal distress and growing concerns about social cohesion, a regressive social protection system looks less and less sustainable both economically and conceptually.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds